Mulheres hétero podem ser aliadas das lésbicas? E as bi?

Por Adriane Rica

Passou o Agosto Lésbico, e também o nosso Setembro Lésbico, e agora é o momento de refletir: passamos realmente dois meses brigando por causa de datas num calendário?

O Blogueiras Radicais não veio pra brincadeira. A gente entende que o feminismo precisa superar certas polêmicas internas para conseguir avançar, e que o feminismo radical também tem muito para discutir. Nossa missão é trazer bons argumentos e evidências para o debate e facilitar esse processo. Por isso tantos textos de crítica interna: ainda que a gente acredite que a unidade vem com a luta, são tantos anos acompanhando o feminismo sofrer derrota atrás de derrota e ir perdendo cada vez mais a força e a resiliência frente a divisões internas cada vez mais inconciliáveis que começamos a achar urgente olhar cada vez mais pra dentro do próprio movimento e de nós mesmas.

Vemos também polêmicas resolvidas pela metade: a questão trans, muito bem discutida pelo feminismo radical, é algo que só tomou tal força e relevância com um conjunto de narrativas e práticas de ativismo que hoje são universais, como a ênfase no “local de fala” e não no conteúdo, o sofrimento como medida da legitimidade, e a noção de identidade como algo íntimo e não um conceito relacional, ou seja, algo que existe no encontro e choque com outros grupos.

Na nossa pequena trajetória de vida, já abordamos vários desses pontos. E aí a gente deu uma pausinha pra exaltar lésbicas, já que era agosto. Fizemos nossa primeira chamada aberta, que é sobre lesbianismo, convidando as lésbicas, e também as bi e as hétero, para produzir conteúdo sobre a temática lésbica. Que alegria! E aí fomos canceladas. 🤔

A polêmica com o lesbofeminismo era algo que a gente queria deixar pra depois, com a exceção de uma ou outra alfinetadinha. Mas, gente, olha, nós lésbicas do Blogueiras, estamos cansadas de ser chamadas de lesbofóbicas por lesbofeministas. É uma coisa que não faz sentido. As acusações não têm sentido. As pautas e cobranças também não. Enquanto escrevo esse texto, as mesmas pessoas que vieram xingar a gente pela nossa intenção de publicar um ou outro texto que não seja de uma lésbica estão indo xingar uma colabora lésbica e cobrar que ela rompa com o Blogueiras por conta de uma suposta lesbofobia da nossa parte. O problema: publicar textos das hétero e das bi em agosto. A solução: menos uma lésbica escrevendo para o nosso blog. 🤷‍♀️

Aí em setembro, mês eleito pelo movimento das que não querem ser confundidas com lésbicas dos bissexuais, fomos xingadas por continuar a pauta lésbica, fazendo a provocação de que valorizar relacionamentos com homens, ou a identidade de quem se relaciona com eles, não é papel do feminismo radical, e que a gente se interessa é pelas relações lésbicas de mulheres bissexuais. O problema, então, não era não dar visibilidade para lésbicas ou para bi, mas dar visibilidade para lésbicas e bi no mês errado. É realmente essa a prioridade do ativismo identitário? Brigar contra companheiras exigindo visibilidade aqui e agora como quem demanda um catchup extra no McDonald’s? Em vez de feminista, teríamos virado consumidoras de feminismo? O que dá o direito ao público de exigir com hostilidade que o conteúdo, o momento da publicação, a linguagem e a abordagem tenham que se conformar aos seus gostos? Teríamos nós, enquanto feministas radicais, perdido o direito de definir nossa própria agenda política? Questões importantes, mas voltemos para a polêmica com o lesbofeminismo.

Lesbofeminismo não é a mesma coisa que feminismo lésbico

Parte das acusações de lesbofobia veio de afirmarmos que lesbofeminismo é antifeminismo. A gente sabe que é uma posição polêmica. Apesar de já termos explicado no passado, faz sentido explicar esse ponto pra desfazer confusões na cabeça da leitora que não tenha sacado essa diferença: enquanto lesbofeminismo é um campo político específico, com teóricas e grupos específicos que pensam de uma determinada forma, o feminismo lésbico seria o feminismo feito pelas lésbicas. Sendo assim, existe também o feminismo radical lésbico, com autoras lésbicas produzindo teoria sobre a questão do lesbianismo. Sem nomear fica difícil de enxergar as diferenças, até porque ambos têm relações próximas e influenciaram um ao outro. Mas, independente da sua opinião, é importante compreender que nem toda feminista lésbica é lesbofeminista, e que é perfeitamente possível (e muito comum) lésbicas que são feministas serem de linhas políticas que não têm nada a ver com lesbofeminismo: radicais, socialistas, anarquistas, liberais, queers… os últimos dois fica a dúvida né, mas vocês entenderam.

Entender essa sutileza é fundamental pra conseguir ver o sentido dessa polêmica que tá rolando. O argumento de várias radicias hoje é que o lesbofeminismo se afastou tanto de premissas radicais fundamentais que rompeu completamente com o feminismo. O que, como explicamos ali em cima, não significa dizer que lésbicas não podem ser feministas, ou que todo o feminismo lésbico teria virado antifeminista, mas sim que essas pessoas, grupos e teorias específicas já tão muito mais pra lá do que pra cá.

Lesbofeminismo, hoje, é antifeminismo

O ponto central na nossa crítica de que o lesbofeminismo virou uma forma de antifeminismo é que ele está colocando mulheres hétero como suas inimigas. Vejam bem, feminismo, o movimento de libertação das mulheres, é um movimento de classe. Você pode fazer parte de um coletivo com pessoas específicas que faça uma luta específica. Existem coletivos só de mulheres negras, organizações só de lésbicas, e por aí vai. Mas para ser feminista é preciso compartilhar uma visão comum, que compreende que mulheres como um todo são um grupo que é afetado coletivamente por outro grupo, os homens. Essa descrição genérica aí que não fala em classe e gênero é porque esses são campos em disputa, aí há espaço para discordância. Mas essa visão define principalmente duas coisas: quem é o inimigo, e quem luta contra esse inimigo, ou seja, o sujeito político do movimento. Se a teoria ou as práticas desviam disso, estamos desviando do próprio feminismo, de sua definição e objetivos políticos.

Protagonismo + invisibilidade

Ao longo dos quase 300 comentários do nosso post explicando que, sim, hts e bis podem publicar em agosto no nosso blog, vários exemplos do nosso argumento surgiram: algumas vinham dizer que “as hétero sempre nos odeiam”, outras voltavam essa hostilidade inclusive para as mulheres bissexuais (“nos acusam de acusá-las de serem veículos de DSTs”), que também são afetadas pela lesbofobia e que têm interesses ainda mais direitos na luta lésbica. Outras acusavam de “heterossexualizadas” as lésbicas que discordavam delas em algum ponto. “Se comportam como hétero”, afirmavam. E teve um comentário específico que marcou como o mais ridículo de todos, exemplo da incoerência das lesbofeministas: “o mês é de protagonismo lésbico, então as autoras têm que ser lésbicas, escrevendo sobre qualquer assunto, tipo veganismo” 🙄. Ou seja: se a gente fizesse, como já vimos em outros espaços, um mês inteiro sobre lésbicas falando sobre qualquer coisa menos sobre lesbianismo então tudo bem. Que protagonismo hein! Que visibilidade! Que briga inútil.

Enquanto radicais, observamos com apreensão as lésbicas serem cada vez mais forçadas a estarem presentes apenas em corpo, principalmente no movimento LGBT mas também no feminista, e serem acusadas de opressoras ao fazer qualquer afirmação sobre a sua própria realidade. Quando questionamos a teoria do local de fala, apontamos também esse fenômeno: lésbicas impedidas de falar de si, podendo apenas falar em apoio a outros e sobre outras perspectivas (defendendo transgêneros, por exemplo). Isso não é protagonismo, não é visibilidade, não é sequer existência. É o silenciamento 2.0. Se o assunto lesbianismo é suprimido, não adianta lésbicas falando sobre, sei lá, veganismo. A invisibilidade lésbica permanece.

“As hétero nos odeiam e vão sempre nos odiar”

Essa pode até ser a sua opinião, mas ela é antifeminista e eu posso provar: feminismo não é uma entidade mística sororária que só existe quando não há conflito, mas um movimento político. Vez ou outra, é dedo no cu e gritaria. Todo movimento político tem suas contradições internas, e muitas são relacionadas a opressões (como racismo e homofobia no interior dos movimento). Mas existem conflitos que são apenas humanos também. Pessoas que não se gostam. Grupos que não fizeram o esforço de se entender. Dizer que “as hétero nos odeiam” ou que “vão sempre nos trair” não é um fato, é uma teoria da conspiração. Afirmações como essa são comuns em todos os movimentos identitários (como o lesbofeminismo, e diferente do feminismo radical lésbico), porque, se toda identidade é baseada na diferença, hoje temos um agravante que é ter o sofrimento como validador da experiência e do pertencimento. “Héteros nunca vão entender o que passamos”, ou “Vocês não podem falar porque não sentem na pele”, frases como essas exemplificam esse desdobramento complicadíssimo das políticas de identidade. É um pensamento fatalista, derrotista, que vê nas diferenças, e portanto nas identidades, a impossibilidade da vitória. Em vez de transformar a sociedade, como um movimento social almeja, as ações passam a ter como fim somente afirmar as diferenças. Exatamente o contrário do que qualquer tipo de feminismo propõe.

Porque nos importamos com o que elas pensam?

Vamos pensar aqui um pouquinho sobre o que é e para que serve um movimento político: temos sujeitos políticos (no caso, as lésbicas), lutando por reconhecimento (é o mês da Visibilidade Lésbica!) e também pela redistribuição de recursos (queremos que o SUS capacite ginecologistas para atender bem as lésbicas! queremos políticas públicas preventivas de DSTs também entre lésbicas, que têm necessidades diferentes de mulheres hétero e homens gays!). Alguns vão além e lutam também pela transformação da sociedade (pelo fim da heterossexualidade compulsória!), e outros são revolucionários e querem alterar a estrutura da sociedade (fim do patriarcado! fim do capitalismo e do racismo!).

E como é possível atingir esses fins? Bom, os métodos são muitos, mas destacamos aqui três: a luta institucional, o trabalho de base e a disputa ideológica. Luta institucional a maioria das pessoas já conhece: nós votamos, escolhemos representantes, e, num nível maior de organização, disputamos a agenda política desses representantes, o que eles vão defender, o que vão fazer, e até construímos nossas próprias candidaturas, que tenham mais a nossa cara e foquem no que achamos importante. Essa compreensão de “representação” se choca com concepções que hoje são mais comuns (e na nossa opinião, são antipolíticas) que afirmam basicamente que “só eu posso representar a mim mesma”. Então, se a gente toma como dado que “elas nunca vão entender”, não temos esperança de conquistar direitos no diálogo nem fazendo pressão política, porque nunca teremos apoiadores que sejam diferentes da gente. Uma mulher hétero que seja vereadora, por exemplo, nunca apresentaria um projeto de lei para instituir um Dia da Visibilidade Lésbica no município. E uma mulher hétero nunca faria um texto defendendo lésbicas de ataques dos queer. Se sua opinião for essa, é bom clicar nos links e dar uma checada na realidade. Elas “não entendem”. “Todas elas nos odeiam”.

O trabalho de base é, a grosso modo, o trabalho com a base. Base é a própria população, com quem precisamos dialogar para conseguir apoio para nossas pautas, seja por que também afeitam aquela população específica com quem estamos dialogando de forma direta, ou porque indiretamente também são afetados então é bom se interessarem, ou mesmo porque a nossa pauta é justa e precisamos de apoio pra ela, mesmo não afetando mais ninguém. No caso das lésbicas, a questão lésbica é de interesse da classe das mulheres. A possibilidade lésbica frente à compulsoriedade do regime heterossexual é algo que, se apresentado à totalidade da classe das mulheres, não só oferece uma possibilidade real de transformar a própria vida, mas também pistas sobre a motivação do controle e da violência masculinos. Existe até uma tese que afirma que “toda mulher pode ser uma lésbica”, é o lesbianismo político. Você pode não concordar com ela, mas é bom conhecer!

E, por fim, existe a disputa ideológica, que é a batalha das ideias. Nós aqui no Blogueiras nos enquadramos principalmente nessa tática, e isso ajuda a entender quais brigas queremos comprar, inclusive com as leitoras se necessário. Qualquer movimento social precisa convencer a sociedade de suas ideias. Um movimento que deseja transformar a sociedade, ainda mais. Essas visões derrotistas, e que baseiam a identidade política na diferença e no sofrimento “só nós sentimos na pele” e portanto “só nós podemos falar” também significam que a disputa ideológica seria um esforço inútil. Se a gente acreditasse nisso, não faria sentido ter o Blogueiras Radicais. A gente também não seria um movimento social. Sobraria só reclamar que “ninguém nos entende” e “todos odeiam a gente” e ficar gritando no vácuo… igual as lesbofeministas.

Mulheres hétero podem e devem ser aliadas das lésbicas

Porque a luta das lésbicas não é apenas por “visibilidade” (visibilidade pra que?), mas também uma luta feminista.

Post criado 12

7.634 comentários em “Mulheres hétero podem ser aliadas das lésbicas? E as bi?

  1. Next time I read a blog, Hopefully it wont fail me as much as this one. After all, I know it was my choice to read through, but I genuinely thought you would have something useful to say. All I hear is a bunch of moaning about something that you can fix if you were not too busy seeking attention.

  2. Selective serotonin reuptake inhibitors plus phosphodiesterase-5 inhibitors for premature ejaculation a systematic review and meta-analysis cialis generic best price Recently, the FDA changed its previous recommendation from contraindicated co-administration to precautionary co-administration Kostis et al 2005

  3. Yola yatırdığı kadının kafasını defalarca tokatlayan kadın, ayağa kalkıp tekmelemeye devam etti.
    Kavga esnasında yoldan geçen bazı sürücülerin umursamadan yollarına devam
    ettiği görüldü. Kavganın sonunda yanlarına yanaşan bir aracın içerisindeki sürücüye birbirlerini şikayet eden kadınlar, daha sonra olay yerinden uzaklaştı.

  4. По результатом исследований после 6 недель систематического использования сыворотки Revitalash для ресниц, 98% испытуемых отмечали укрепление, улучшение внешнего вида и здоровья своих ресниц.  Кроме высокоактивных растительных веществ, которые оказывают мощный ухаживающий и стимулирующий эффект, сыворотка также содержит глицерин, гиалуронат натрия, органический агент антибактериального действия. Эта сыворотка для ресниц от корейского бренда Etude House обогащена витаминами, пантенолом и экстрактами ягод кизила для заметно более полной линии ресниц. Она поставляется в самой симпатичной трубке с аппликатором, который достигает самых маленьких ресниц и наносит продукт, не вызывая беспорядка. В своей точке низкой цены, эта сыворотка определенно стоит денег, чтобы достичь ресниц вашей мечты. В состав сыворотки для ресниц Esthetic House Shocking Lash Eyelash Ampoule входят следующие компоненты: https://devils.wilde.mx/discussion/profile/jaysonnowland4/ Вам не нужно оплачивать заказ на сайте. Оплата происходит при получении в удобной для вас аптеке. Вы можете оплатить заказ наличными или банковской картой. Отличная база под тушь. Любая тушь подсушивает ресницы, а с этой сывороткой ресницы защищены от негативного воздействия. Отсутствие в составе отдушек, позволяет применять сыворотку людям с чувствительной кожей вокруг глаз, а также, тем кто использует контактные линзы.  Перед покупкой любого косметического препарата обычно женщины читают его состав. Польская фирма Eveline обладает целым комплексом полезных элементов и растительных экстрактов в своих средствах. Многофункциональная сыворотка помогает восстанавливать, ускорять темп роста ресниц. В составе есть следующие ингредиенты: Сыворотка для ресниц 3в1 “Advance Volumiere” Косметика «Эвелин» прославилась доступной стоимостью, огромным ассортиментом и высочайшим качеством. Сыворотка от данного производителя не является исключением, поэтому имеет цену, приемлемую абсолютно для всех. За флакон в 10 миллилитров цена будет варьироваться в пределах 150-170 рублей. Этого объема вполне хватает на длительное использование.

  5. Erotik Film izle. Fransız Erotik. Sex Filmleri. 2017 yılı yapımı +18 filmlerden bir tanesi olan Tecavüz izle ismindeki HD Erotik Film Türkçe yapımını izleyebilmek için yaşınızın 18’den büyük olması gerekmektedir.
    Tecavüz filmi içeriği isminin aksine fiziksel değil zihinsel
    bir tecavüzden bahsediyor. Filmde birbirlerine.

  6. That soy food intake may yield benefits that are comparable to tamoxifen is noteworthy, Caan said, because some experts fear that soy intake could counteract some of the effects of tamoxifen cialis 20 mg Suitable copolymers are commercially available under the tradename Eudragit Rohm Pharma; Westerstadt, Germany, including copolymers of acrylates and methacrylates with quaternary ammonium groups Eudragits RL 100, RL PO, RL 12

  7. This was important for two reasons stromectol tablets india cialis montelukast plm 5mg On this week s Daily News Fifth Yankees Podcast, Mark Feinsand sits down with Yankees hitting coach Kevin Long to break down what has gone right for the Bombers offense in recent weeks and what needs to happen for the Yankees to get to the postseason

  8. A and B CD4 Foxp3 Tregs, CD4 CD44 int lo Foxp3 naive conventional T cells Tn, or CD4 CD44 hi Foxp3 T cells Tr1 were sorted from Foxp3 RFP IL 10 GFP reporter mice and stimulated with anti CD3 CD28 mAbs and IL 2 for 4 d buy priligy dapoxetine online femara fass hydroxyzine orifarm GN Store Nord reported the strongest organic sales growth in more than seven years, spurred by the launch of new products, including the ReSound Verso hearing aid line

  9. Prescription Non prescription Prescription Usage Commercial, Clinical, Personal Packaging Type Vial Dose 440 mg Deals in PCD Pharma, Third Party Manufacturing Product Name Canmab 440mg Drug Name Trastuzumab 440mg Medicine Type Allopathic Manufactured By Biocon Canmab 440 Injection is an anti cancer medicine tamoxifen alternatives

  10. PMID 27585815 Review doxycycline vs clindamycin noroxin tretinoina pomada As the president joins Congress on vacation, Cory Booker moves up, Anthony Weiner moves down, and Wendy Davis is on the move here s a look at some of the stories your ABC News political team will be tracking in the week ahead Samuel, USA 2022 05 05 13 25 00

  11. InPlay brings you a variety of real online casino experiences, bringing you the best casino games in the industry. Get the thrill of slots, blackjack, roulette, arcade games, live casino, and many more. We are soon opening our doors to sports betting, with an array of sports games like basketball, tennis, boxing, soccer, football and more. If you are looking for a variety of sports, betting markets, and many interesting bonuses, then 1xBet is the perfect place for you. Apart from that, this is also the betting site that uses GCash with the lowest minimum deposit amount. Arguably one of the most exciting aspects of playing online is the frequent launching of brand new sites. Though it can be difficult to keep abreast of the latest launches, we’ve compiled many of the best new PayPal casino Philippines sites below for your handy perusal. https://reidxocr653108.aioblogs.com/66669858/the-best-online-poker-players Rewards Mania is more like an event than a free spins link. Nevertheless, it is an awesome method to grow your spin stack. Rewards Mania gives you a bonus gift when you complete a mission. For example, if you have to do 100 attacks for 500 spins, during Rewards Mania you maybe get an extra 100 spins extra on the mission bonus. This event of course is only available for short times, since otherwise the regular rewards should be higher. He, they should not be higher, they must be higher to keep the regular players happy and on track for a new village to crack. Free slots Wheel of Fortune no download no registration version is available for players to practice how to play. When playing for real money, winning is just by luck just like in most gambling games. The win appears from right to left and from left to right.

  12. 有些家长为了不让自家娃输在起跑线上,更是从小就锻炼孩子的麻将技术。比如这位叫小雪的小朋友,从5岁开始学习麻将,日常去麻将教室训练之余,平时的家庭娱乐也是打麻将。 赢围棋不足为奇中国网民挑战“阿尔法狗”比赛麻将 麻将游戏是中国古代劳动人们智慧的结晶,而在PC上的麻将游戏单机版也是多年以来,麻将爱好者们青睐的对象之一,时至今日麻将融入了许多其他游戏元素,形成了现在风靡的许… 7k7k小游戏免费在线玩中国麻将单机版小游戏,想知道中国麻将单机版怎么玩么?来7k7k中国麻将单机版看最新最全的中国麻将单机版攻略和秘籍吧。更多中国麻将单机版小游… 在他17岁的时候,遇上了小歌手王美华,也就是曾宝仪的妈。两人经过短短一年的成长,就体会到了成熟的味道,穷苦人家出生的王美华算是麻雀变了凤凰,她父母也很理智地答应了这门婚事。 https://garrettztjy986532.blogscribble.com/14299394/如何-玩-百-家-樂 在百家乐游戏中,您可以选择在银行手上赌博而不是自己赌博。在这种情况下,如果您猜测银行将拥有最好的牌并且银行的手是自然的牌或者他们是最好的牌,那么您将获胜。在这种情况下,您甚至可以通过支付给银行减去5%的佣金赢得奖金。有些人害怕5%的佣金,因此不打赌银行。但是,这是一个错误。从长远来看,如果你每次赢得几百美元因为你在银行下注,5%没有太大的区别。例如,如果您在银行下注200美元并获胜,您将获得190美元(200美元 – 10美元佣金)。这仍然是你的猜测95%的利润,这不是一个坏的优点。 数学几率一旦确定有利于赌场,赌客投机不可能改变胜负的百分比。 在经过几轮的观察后,如果你发现赌局上双方都没有人直接开牌,这就代表说这一局两方都需要补牌。

  13. A fascinating discussion is worth comment. I do believe that you need to publish more on this issue, it might not be a taboo subject but usually people don’t discuss such subjects. To the next! Many thanks!!

  14. บาคาร่า เป็นเว็บที่ผมมั่นใจที่สุดแล้วครับเพราะตั้งแต่เล่นมาเว็บไซต์นี้คือดีสุดแล้วครับ ฝากถอนง่ายไม่จำเป็นต้องผ่านตัวแทนใดๆ และที่สำคัญฝากถอนไม่มีขั้นต่ำอีกทั้งยังมีเกมให้เลือกเยอะมากๆ ทั้งบาคาร่า แทงบอล ยิงปลา สล็อตถูกใจผมมากจริงๆครับ

  15. Hello! I just wish to give a huge thumbs up for the nice info you’ve got here on this post. I might be coming back to your blog for extra soon.

  16. На сайте https://maketov.ru/ можно приобрести различную полиграфическую продукцию, которая продемонстрирует ваш бизнес в лучшем свете. Компетентные специалисты выполнят печать упаковочной бумаги, календарей различного формата. На сайте можно заказать ежедневники, картонные коробки, а также ручки, кружки и многое другое. Все товары производятся из качественных материалов, а потому они не порвутся и прослужат долго. Заказы, независимо от их объема, производятся на мощном, инновационном оборудовании, а потому исключается брак.

  17. I have fun with, lead to I discovered just what I used to be taking a look for. You have ended my four day lengthy hunt! God Bless you man. Have a great day. Bye

  18. The nuclear receptor peroxisome proliferator activated receptor gamma PPARОі plays a central role in regulating metabolism, including interaction with the estrogen receptor О± ERО± generic levitra online pharmacy E cadherin, which is expressed on epithelial cells 69, transmits antigrowth signals and is therefore a widely acting suppressor of invasion and metastasis that needs to be overcome by cancer cells in order to progress

  19. My programmer is trying to convince me to move to .net from PHP.
    I have always disliked the idea because of the expenses.
    But he’s tryiong none the less. I’ve been using Movable-type on a number
    of websites for about a year and am worried about switching
    to another platform. I have heard good things about blogengine.net.

    Is there a way I can import all my wordpress posts into it?
    Any kind of help would be really appreciated!

  20. You can certainly see your expertise in the article you write.The sector hopes for even more passionatewriters like you who are not afraid to say how they believe.All the time go after your heart.

  21. I do trust all the concepts you have introduced in your post. They’re very convincing and will definitely work. Nonetheless, the posts are very quick for newbies. Could you please prolong them a little from next time? Thanks for the post.